Livros…

Livros, livros, mais livros.
Ninguém aqui precisa ser especialista em buracos negros para saber que essa é a minha área.
Vamos lá.
Tem meia dúzia de autores que tem me chamado a atenção. Mas, principalmente, a etíope Marina Colasanti. Ela não tem tantas publicações… nem é tão famosa… mas seus contos, pelo menos para mim, tem uma leveza indescritível, ao mesmo tempo que fazem críticas sérias a nossa sociedade. Devaneio de leitora, talvez. Um conto é demais para apenas um post então aqui vai um poema:

Preciso, para

Preciso que um barco atravesse o mar
lá longe
para sair dessa cadeira
para esquecer esse computador
e ter olhos de sal
boca de peixe
e o vento frio batendo nas escamas.
Preciso que uma proa atravesse a carne
cá dentro
para andar sobre as águas
deitar nas ilhas e
olhar de longe esse prédio
essa sala
essa mulher sentada diante do computador
que bebe a branca luz eletrônica
e pensa no mar.

Postado por Thais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: