Conceitos modernos: Mudar, escolher, decidir, errar e se arrepender

Há muito tempo que falo de mudanças. Muitos já ouviram minhas propostas de melhorias para minha personalidade. A grande maioria nem acredita mais. E eu ainda acredito? Tenho que acreditar. Ela garante esperanças para a vida, faz com que eu creia que ainda tem jeito. No fundo todo mundo gostaria de um ajuste em alguma parte da pessoa.

Mas mudar não é fácil… E pior é quando a mudança parece ser urgente; quando a não execução dela parece te deixar em apuros, e até mesmo deixar outros em apuros também.

Porém tem algo mais difícil do que a mudança: a indecisão. Imagine não ter a certeza do que quer ou do que é certo. Não conseguir ver se a mudança foi para melhor ou para pior. Caso possua duas faces, será que foi de fato vantajosa a recriação do seu caráter?

Dizem que viver é fazer escolhas. E devido às escolhas que vocês fazem, surge um outro conceito: o arrependimento. Com ele, a vontade de corrigir as coisas; e quem sabe, mais arrependimento ainda, por ter piorado a situação. Logo, tentar acertar é uma outra escolha, que pode gerar outro arrependimento e que é um martírio pros indecisos.

Nessa hora você entende o porquê de tantos filmes e livros sobre viagem no tempo. Quando o homem dominar essa quarta dimensão, os indecisos vão ter o que os falta: certeza. E os arrependidos, vão estar com os cotovelos saudáveis novamente. O mundo seria ideal, mas sem graça.

Os erros ensinam, mas ensinam da pior maneira possível. É a maneia mais eficiente, diga-se de passagem, porém a que mais deixa marcas.

Aproveito para fazer propaganda da minha próxima coluna de filmes quando pretendo continuar esse assunto comentando sobre “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças“.

“Abençoados sejam os esquecidos, pois tiram o melhor de seus equívocos.”
(Nietzsche)

2 respostas para Conceitos modernos: Mudar, escolher, decidir, errar e se arrepender

  1. […] já tinha dito no post Conceitos modernos: Mudar, escolher, decidir, errar e se arrepender, na coluna desse mês preciso comentar em Brilho Eterno de uma mente sem lembranças. […]

  2. Uma pessoa que passou disse:

    Fantástico: preciso imprimir isso para ler de vez em quando. Objetivo e reflexivo.
    Acho que ambas faces da mudança são proveitosas. O que não é proveitoso é ficar no casulo tempo mais do que o necessário para tirar proveito dele. E a simples vontade de uma nova etapa já serve como prova da necessidade do ato.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: