How many five year olds could you take in a fight?

25/fevereiro/2008

Muitas pessoas pensam sobre vários tipos de assunto, como a criação do universo, por exemplo, mas deixando essa e outras questões complexas de lado, por puro entretenimento e depois que descobri um site na internet, faço a seguinte pergunta: Quantas crianças de cinco anos você encararia numa luta?

O site How many five year olds could you take in a fight pode responder. Basta você responder a um pequeno teste que se baseia na sua habilidade física, treinamentos, experiência em combate e na flexibilidade da sua moral. Também se devem ser levadas em conta as seguintes regras:

– Você está preso numa área do tamanho de uma quadra de basquete;

– Não existem armas ou objetos para ajudar na luta;

– Todos estão usando proteção (então, sem golpes baixos);

– As crianças são impiedosas e não mostram medo;

Se uma criança for a nocaute, ela está “fora”. O mesmo vale para você.

Depois de feito o teste você não vai mais precisar se preocupar caso seja atacado pelo jardim de infância.

OBS: Como o site é em inglês e há pessoas que não dominam o idioma, eis um link de tradutor, caso queiram fazer o teste: http://www.bussolaescolar.com.br/tradutor.htm


Carro Anfíbio

16/fevereiro/2008

Eu, particurlarmente, tendo uma admiração por certos carros, fui impulsionado a escrever esse artigo sobre um modelo específico que vi assintindo um programa de televisão e que me chamou a atenção.

012091944-ex00.jpg Devido a uma inspiração na Lotus de James Bond em O Espião que Me Amava, o inventor suíço chamado Frank Rinderknecht, que diz ser fã de 007, criou o seu protótipo Squba (figura ao lado), capaz de andar no asfalto, na água ou até mesmo debaixo dela.

Ele possui três motores elétricos, sendo um para se movimentar na terra e os outros dois na água, que possibilita que o veículo possa atingir uma profundidade de até dez metros não liberando nenhum gás.

Num estilo mais “James Bond” possível, o carro não precisa que o motorista para dirigir, tendo uma velocidade máxima de 120 km por hora. Para isso Rinderknecht teve que adaptar uma tecnologia utilizando sensores de raio laser para evitar acidentes.

O protótipo custou 1 milhão de euros não existindo planos de fabricação em massa, mas o inventor avalia que o veículo sairia por menos que um Rolls Royce (figura abaixo).

rolls-royce-phantom-drophead-coupe.jpg

 


Emagrecer lendo

12/fevereiro/2008

“Mente sã, corpo são”. Esse ditado passou a ser reforçado depois de um estudo que foilivros_logo1.jpg encomendado pela rede de livrarias britânicas Borders constatando que o ato de ler gasta algumas calorias e que também comprovou que ao ler livros de ação, sexo e suspense a taxa das mesmas é gasta em dobro.

Isso acontesse porque ao se ler livros abordando esses temas ocorre a produção de adrenalina, hormônio que prepara o corpo para situações de estresse, que consequentemente reduz o apetite e reduz as calorias.

Ainda foram citados os livros que mais produzem adrenalina, ou seja, os que mais emagrecem:

– Polo (Jilly Cooper) – 1,1 mil calorias (equivalente a um Big Mac)

O Código Da Vinci (Dan Brown) – 855 calorias (uma barra de chocolate)

Há também a lista dos livros mais “diets”, como:

– O Exorcista (William Blatty)

– O Iluminado (Stephen King)

 

Fonte: http://www.brasilescola.com


Filmes do Mês: Fevereiro

3/fevereiro/2008

Estou aqui mais uma vez para tentar compartilhar o que considero como filmes que valem a pena serem assistidos pelo menos uma vez na vida.

Já estiveram comentando comigo sobre o tipo de filmes que cito aqui. Muitos perguntam por que não comento sobre filmes cult e filmes históricos, que são muito mais importantes do que os que cito aqui. Minha resposta é sempre a mesma: Os filmes que posto aqui não são necessariamente os melhores de crítica, os de melhores diretores ou dignos de receber um prêmio. A maioria são filmes hollywoodianos normais dos quais simplesmente gostei da trama. Aceite esta coluna como uma sugestão de filmes de um amigo qualquer, daqueles filmes que você encontra em qualquer locadora a qualquer hora.

Explicada a situação, que venham mais três recomendações!

Como já tinha dito no post Conceitos modernos: Mudar, escolher, decidir, errar e se arrependerBrilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, na coluna desse mês preciso comentar em Brilho Eterno de uma mente sem lembranças. Ainda tenho dificuldades de ver Jim Carrey longe da comédia, mas este, e o próximo, com certeza estão ajudando a mudar a imagem que tenho do ator. O filme mostra um suposto tratamento que permite apagar algumas cenas da sua memória enquanto o paciente fica em estado de paralisia. Mas o que aconteceria se o paciente tivesse desistido do tratamento e nos pensamentos mesmo tentar fugir do tratamento para esquecer? Um pouco de ficção com romantismo formam este, que já passou na FOX mês passado.

Nessas férias me chamou muito a atenção O Número 23, já que posso dizer que sempre fui meio cismado com esse mesmo número. Depois de O Número 23alugar o filme assim que o vi e assisti-lo, percebi que tudo na verdade são coincidências. No filme também a temática é pessoas que se tornam malucas ao pensar que tudo é 23. Mas ficou muito claro que muito no filme é exagerado, e com esses argumentos seria possível fazer um filme baseado em qualquer número. Novamente Jim Carrey está fazendo um papel sério, neste filme que recomendo a todos que queiram quebrar a cabeça, com exceção dos mais psicologicamente atordoados, sob o risco de se tornarem vítimas do número 23 na vida real também! XD Eii.. já perceberam que o título desse post, se ignorarmos os dois pontos, ele tem vinte e três caracteres? “It’s the twenty-fucking-three!!

S.W.A.T.E para encerrar com um filme geralmente mais antigo que não está necessariamente na TV ou em DVD recém lançado, recomendo a todos que gostam de uma boa ação a sair da estante de lançamentos da locadora e procurar lá dentro por S.W.A.T. Este filme de 2003, mostra o treinamento de um pelotão da força especial da polícia de Los Angeles comandado por Samuel L. Jackson. Quem gostava do seriado homônimo não pode deixar de assistir este, e aproveitar e ser um dos poucos a entender o motivo de cantarem a música tema do seriado quando descobrem que entraram pra a SWAT.

Nesse mês tivemos ação, romance, e suspense num mesmo post e dobradinha de Jim Carrey. Espero que estejas gostando das sugestões. No início de março estarei de volta com mais uma coluna Filmes do Mês. Aguardem!