Utilidade Musical

27/janeiro/2010

Eu não sei vocês, mas onde eu moro agora as rádios simplesmente não pegam. Se eu quiser ouvir rádio vou estar limitada às rádios evangélicas ou então à rádio local que toca funk, basicamente. Diante disso, sou obrigada a ouvir rádios online ou meu acervo de mp3 mesmo.
Por essas e outras, Radio Tuna é, oficialmente, meu site preferido.

A ideia (agora sem acento) de escolher o gênero da minha rádio online é ótima. Eu sei que existem 165465465484 sites/ programas que me oferecem isso, mas esse é simples, eficiente e me atende perfeitamente no momento. Sem atrasos, sem propagandas inesperadas, sem pop-ups, sem encheção de saco.

Anúncios

Como as garotas são…

18/janeiro/2010

Para quando você achar que entendeu alguma coisa…

Nota: Legendas em inglês.


Ano novo, vício novo

18/janeiro/2010

Bubble Spinner

Clique na imagem para abrir o jogo ;D


Portais de notícias

28/setembro/2009

Apesar de todos os pesares da internet brasileira, hoje podemos dizer que temos alguns portais de notícias razoavelmente confiáveis e com conteúdo. Vide Folha de S. Paulo , por exemplo. Entretanto, um “lançamento” que vem sendo muito comentado, como sendo o portal com maior investimento no Brasil me decepcionou profundamente, o R7. Não apenas vejo uma descarada cópia de um modelo de sucesso de outros sites (ex: G1 ), como também me vejo obrigada a questionar a necessidade de grandes investimentos para se obter qualidade de conteúdo na internet. Em tempos de servidores gratuitos, mão-de-obra terceirizada, etc, etc, e sem a necessidade do aparato fixo de uma edição de jornal as cifras se tornam uma característica secundária. O leitor brasileiro está amadurecendo, hoje ele já tem uma incrível capacidade de discernir conteúdo de qualidade do que é apenas bem divulgado, até mesmo porque graças à esse inovador site conhecido como Google , a divulgação torna-se outro ponto secundário e o boca a boca entre blogs está adquirindo dimensões cada vez maiores.

Diante disso, a Record que me desculpe, mas o R7 , no que depender de mim, tenderá ao fracasso.


Haikai da Internet II

26/julho/2009

Todos vocês já perceberam ao ler o Condado que eu considero o Twitter meio inútil. Fiquei extremamente feliz ao ler hoje de manhã, no Segundo Caderno da edição de hoje (26/07) do jornal O Globo que não sou o único ser humano do planeta que não vê este serviço como uma maravilha da Web 2.0.

Junto comigo está ninguém mais que José Saramago. Abaixo um trecho da entrevista dada ao jornal e ao blog Prosa Online:

O senhor acompanha o fenômeno do Twitter? Acredita que a concisão de se expressar em 140 caracteres tem algum valor? Já pensou em abrir uma conta no site?

SARAMAGO: Nem sequer é para mim uma tentação de neófito. Os tais 140 caracteres reflectem algo que já conhecíamos: a tendência para o monossílabo como forma de comunicação. De degrau em degrau, vamos descendo até o grunhido.

Dá-lhe Saramago! E vamos ficar observando os seres humanos andarem contra a evolução novamente.


Haikai da Internet

20/julho/2009

Acho o Twitter meio inútil. Posts têm que ser longos.

Os que não entenderam o título, cliquem!


Feliz Natal e que 2009 venha aí!

20/dezembro/2008

Pois é, mais um ano se passou aqui no Condado. Não tenho muito orgulho deste, uma vez que, digamos, que o Condado ficou um pouco “para escanteio” digamos assim. Espero que vocês entendam que este ano está muito complicado para todos os editores, e é difícil encontrar tempo para produzir conteúdo ao nível de ser postado aqui.

Porém, sempre dá para se conseguir um pouco de tempo, nem que seja para postar o nosso desejo de Feliz Natal a vocês, nossos queridos visitantes. Cada vez vocês nos surpreendem mais em número, e são vocês, exclusivamente vocês, a inspiração que temos para manter nossas idéias e pensamentos aqui.

Por isso que venho aqui, em nome de toda a equipe do Condado Azul, desejar a você um ótimo Natal, e um 2009 cheio de realizações.

Como de costume, aí vai um cartão de Natal dedicado a todos vocês.

Vocês já sabem que eu sou muito fã do site do Velho, e foi lá onde eu vi este cartão pela primeira vez. Felizmente consegui encontrar também uma versão dele postado no Youtube para que fosse possível colocá-la aqui no Condado. Se vocês quiserem assistir a uma versão em resolução maior, vetorial, e em Flash, use o link original do site do velhinho.